O que achar dos chatbots?

Uma estratégia ou apenas o futuro inevitável ?

──▒▒▒▒▒────▄████▄───── ─▒─▄▒─▄▒──███▄█▀────── ─▒▒▒▒▒▒▒─▐████──█──█── ─▒▒▒▒▒▒▒──█████▄────── ─▒─▒─▒─▒───▀████▀─────

É certo que as tecnologias não param de evoluir, mas será mesmo que elas tomarão o lugar dos humanos? Não é nada utópico ou de ficção científica, mas algumas atividades consideradas até simples já estão sendo automatizadas por IA (inteligências artificiais) como, por exemplo, as respostas aos clientes nas redes sociais de várias empresas. Vai dizer que você nunca recebeu uma mensagem de uma empresa após curtir uma publicação ou começar a seguir outra empresa do mesmo segmento?!

Nos negócios

Como a maioria das pessoas preferem o horário comercial para se trabalhar, durante a noite e de madrugada os clientes que necessitam de alguma informação específica ficariam desamparados, mas o Chatbots surgiram para, também, manter esse contato constante com os clientes, podendo ser vistos também como uma ferramenta de marketing, o famoso SAC.

As inteligências

A sacada não é apenas utilizar simplesmente qualquer “bot”, mandando uma mensagem automática para responder os clientes, mas aprimorar o sistema da IA, fazendo com que as mesmas reconheçam algumas palavras-chave e encaminhe a resposta mais adequada. Não apenas para informação sobre a empresa e seus produtos/serviços, mas melhorando também a interação com o cliente, como respondendo saudações e cumprimentando usuários.

Pode até parecer que aprimorar uma inteligência artificial e deixar mais personalizada custe mais caro, porém, colocando na ponta do lápis e fazendo os cálculos certos temos que observar se a retenção dos clientes e a finalização de compras ou envio de informações irá compensar o investimento na IA. Outro ponto importante na utilização dos Chatbots, é que a empresa economiza em não contratar uma pessoa e investir na IA.

Bom ou ruim?

Tem cliente que não se incomoda em receber mensagens por “robôs”, e tem outros que já se sentem incomodados, sem saber como reagir ou esperar de uma IA, não confiando da mesma maneira que confiaria uma pessoa. Visto desse ponto, o que poderia ajudar na retenção de clientes e aumentar seu lucro pode gerar a conversão errada e afastar o seu target. E o você, o que acha: Os chatbots ajudam ou atrapalham sua empresa?

Um exemplo: Lu da magalu

Um exemplo bem conhecido é a Lu, da loja Magazine Luiza, que além de ajudar a tirar algumas dúvidas de clientes em redes sociais e no site da loja, se popularizou ao sair na mídia com uma caracterização e cheia de personalidade. Você já tinha visto ?

0 comments